Vocações

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vocações

Mensagem  João Victor em Qua Ago 04, 2010 10:53 pm

Vocação


podemos começar este encontro mostrando fotos de pessoas famosas e perguntando qual a vocação deles (ex: Pelé tem vocação de ser jogador de futebol, padre Marcelo Rossi para padre, Juliana paes para atriz...). Pode-se falar também, por exemplo, de quando vemos algum menino jogando bem futebol e falamos "nossa esse menino tem vocação pra jogar Futebol";

gostamos muito da palavra vocação. Porém, esta palavra tem um significado bastante especial na Igreja que difere em certos pontos de nosso tradicional uso dela. A palavra vocação vem do verbo no latim "vocare" (chama?). Assim vocação significa chamado. É, pois, um chamado de Deus. Se há alguém que chama, deve haver outro que escuta q responde. Na vocação somos chamados a trabalhar pela Igreja, Seja construindo uma família, seja cuidando de uma comunidade inteira, sendo pastor, como os padres fazem, seja sendo catequistas ou participando de pastorais, como a da sopa, da criança e etc.

A graça da vocação é uma iniciativa amorosa de Deus: "Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi" (João 15,16)

Vocação, em sentido mais preciso, é um chamamento, uma convocação vinda diretamente sobre mim, endereçada à minha pessoa, a partir da pessoa de Jesus Cristo, convocando-me a uma ligação toda própria e única com Ele, a segui-lo, (cf. Mc 2,14). Vocação, portanto, significa que anterior a nós há um chamado, uma escolha pessoal que vem de Jesus Cristo, a quem seguimos com total empenho, como afirma São Paulo na Carta aos Romanos: "Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação, escolhido para o Evangelho de Deus." (Rom 1, 1)

Vocação é chamado e resposta. É uma semente divina ligada a um sim humano. Nem a percepção do chamado, nem a resposta a ele são tão fáceis e tão "naturais". Exigem afinação ao divino e elaboração de si mesmo, sem as quais não há vocação verdadeira e real.

Encontramos na Bíblia muitos chamados feitos por Deus: Abraão, Moisés, os profetas... Em todas as escolhas, encontramos:
• Deus chama dlretamente, pela mediação de fatos e acontecimentos, ou pelas pessoas.
• Deus toma a Iniciativa de chamar.
• Escolhe livremente e permite total liberdade de resposta.
• Deus chama em vista de uma missão de serviço ao povo.

Vocação é o encontro de duas liberdades:
• a de Deus que chama
• a do Homem que responde

Pela nossa condição de humanos, muitas vezes, quando escutamos o chamado, nos sentimos despreparados para assumir, como por exemplo Moíses, q era gago, mas Se Deus nos chama, ele nos capacita para assumir tal responsabilidade, um catequista não conseguiria dar catequese se não fosse por vontade Deus. Deus capacita os escolhidos.

Nós somos Igreja, quando somos batizados, nos tornamos filhos de Deus, membros de sua Igreja. A Igreja também possui uma vocação primordial, que é a de evangelizar, alem de nos tornamos Santos.

"Ide, fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-os a observar tudo quanto vos mandei." (Mt 28,19-20)

"A evangelização exprime a identidade, a vocação própria da Igreja, sua missão essencial: "Evangelizar constitui, de fato, a graça e a vocação própria da Igreja, sua mais profunda identidade." (Paulo 6° "Evangelii nuntiandi", 14)"

Precisamos distinguir bem vocação de profissão, pois não são exatamente a mesma coisa. Veja o quadro abaixo e observe a distinção entre uma e outra:



A profissão dignifica a pessoa quando é exercida com amor, espírito de serviço e responsabilidade. A vocação vivida na fidelidade e na alegria confere ao exercício da profissão uma beleza particular, é o caminho de santidade.

---------------

Neste mês de agosto celebramos o Mês das vocações, a cada domingo celebramos uma vocação diferentes, vamos ver um pouquinho mais dessas vocações:

1º Domingo -> vocação do ministério ordenado:


O ministério ordenado (carisma próprio do diácono, presbítero e bispo) é uma vocação carismática particular. O Espírito Santo - concede esta vocação a alguém e esta vocação converte-se em função. Um carisma que se converte em ministério. Ratifica-se após a imposição das mãos do bispo.
O presbítero é chamado a assumir o ministério hierárquico na Igreja como serviço aos irmãos. Esse ministério surgiu na geração apostólica quando os apóstolos se preocuparam pela continuidade das comunidades. Assim como não poderia existir comunidade primitiva sem apóstolo, da mesma forma não pode existir comunidade cristã sem sacerdote.

Ser Padre é:
Atingir a alegria da vida religiosa
Viver com entusiasmo os ensinamentos de Cristo.
Propagar o amor fraterno.
Promover a partilha na comunidade.
Ser mensageiro da Boa Nova.
Fazer opção pelos mais desfavorecidos.
Alimentar a fé na presença viva de Jesus na Eucaristia.
Como Moisés, abrir caminhos de esperança.
Dar glória a Deus, nosso criador.
Buscar a santificação segundo o exemplo de Cristo.
Agir contando com a força do Espírito Santo.
Carregar com amor a Cruz de cada dia.
Sofrer pela salvação da humanidade.
Ser padre é... como diz a canção:
Amar como Jesus amou,
Viver como Jesus viveu,
Sentir o que Jesus sentia.


O padre não é um outro Cristo, mas o sinal do Cristo presente.
Embora seja constituído por Deus, o sacerdote não deixa de ser “pessoa”, com limites, dificuldades e aspirações.

O importante é ver que Deus o escolheu assim mesmo.
Você é sacerdote para sempre... (Hb 5,6)


É deixar-se seduzir todos os dias e momentos da vida pelo amor infinito de Cristo.
É fazer também com que esse amor seduza o coração dos filhos de Deus e nossos irmãos.
É transformar em flores os espinhos encontrados na caminhada; as pedras em degraus para subir até Deus; as dores e o cansaço em alegria, fé e otimismo.
Ser padre é deixar transparecer no rosto o brilho de Jesus, para que todos possam dizer: Olhando para você, vi refletido Jesus.
Enfim, ser padre é doação, entrega, amor total e dedicação.

Não devemos discrimar aqueles que possuem em seu coração a vontade de ser padre, ela tem o mesmo peso da vocação do matrimonio, é imprencidível para nossa Igreja, afinal de contas, não chove padres do céu, eles são formados como todo mundo. Quando algum amigo seu fala que quer ser padre , não ria dele, alegre-se pois este se for a vontade de Deus será tão feliz quanto alguem que vai formar uma familia. Um padre tem como família o proprio povo de Deus =D

--------------------
2º domingo-> (dia dos pais) vocação matrimonial


O Matrimônio é o amor. Ninguém consegue viver sem a presença e a amizade de outras pessoas. Ninguém está sozinho. No casamento, essa amizade é repartida entre o marido e a mulher: é repartida entre o casal e os filhos, e com a comunidade onde vivem. O mais difícil do amor é permanecer firme nele. Só Deus mesmo é capaz de ser, sem defeito, fiel e amoroso. Quando o casal é fiel no amor, é um grande sinal de Deus. Deus está presente no amor do casal. Quem acredita nisso pode casar na Igreja.

Deus nos fez para a felicidade, não nascemos para viver sozinho, mas sim com uma companhia. O Pai quando criou o homem, deu à ele uma companhia: Eva. Deus também acrescentou: "Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne" (Gn 2, 24).

A vocação do Matrimônio é uma doação total ao outro e à Deus, somos chamados a construir uma família cristã, com pensamentos retos e morais. Logo Matrimonio não é apenas se casar com o namorado, e sim formar uma família, educar seus filhos retamente com as morais cristãs, dando amor carinho e uma vida digna a ele.

------------------------------------
3º Domingo -> vocação da vida religiosa(ser irmão religioso ou irmã religiosa / vida ativa ou contemplativa):

O religioso é chamado a testemunhar Cristo de uma maneira radical, vivendo uma consagração total nos votos de pobreza, castidade e obediência. Com a pobreza, vivem mais livres dos bens temporais, tornando-se disponíveis para Deus, para a Igreja e para os irmãos. Com a castidade, vivem o amor sem exclusividade, sendo sinal do mundo l futuro que há de vir. Com a obediência, imitam a Cristo obediente e fiel à vontade do Pai.

------------------------------------
4º Domingo -> Dia do catequista (aeeee \o/) e vocação dos leigos na Igreja

A palavra portuguesa leigo é proveniente do grego laikós que provém da palavra laos cujo significado é massa, ou seja, multidão, agregado social, aglomeração de gente.

Leigo é toda pessoa batizada que segue Jesus Cristo na Igreja e escolhe viver e testemunhar sua fé no mundo secular: na família, na escola, nas profissões, na política etc. O cristão leigo quer viver no mundo à maneira de Jesus Cristo e transformar o mundo à maneira de Jesus Cristo. Ele atua não de fora, mas de dentro das várias instituições do mundo, como o fermento, a luz, o sal (Mt 5,13-16; 13,33)."

"Como membros de Cristo vivo. E/e incorporados e configurados pelo Batismo e também pela Confirmação e a Eucaristia, obrigados se acham todos os fiéis ao dever de cooperar na expansão e dilatação de seu corpo, para o levarem quanto antes à plenitude. Convençam-se por isso vivamente todos os filhos da Igreja de sua responsabilidade para com o mundo. Empenhem-se com afinco na obra da evangelização"(AG 36)

Ao campo específico da atividade evangelizadora do leigo é o vasto e complexo mundo da política, da educação, dos meios de comunicação social, da economia, da realidade social, da cultura, das ciências, das artes, da realidade internacional... Sua tarefa é transformar tudo isso conforme o projeto de Jesus Cristo, construindo o Reino de Deus na história, criando fraternidade.

Além desta sua presença ativa no mundo, o Espírito Santo distribui entre os leigos dons e carismas para servirem mais diretamente a comunidade eclesial. São os ministérios. Ex.: catequese, liturgia, ministério da Eucaristia, da palavra, do canto, da saúde, da promoção social etc.

São Paulo compara a Igreja com o corpo humano (1Cor 12,12-27). Assim como o corpo tem vários membros e cada um tem uma função, assim também na Igreja. Cada membro, isto é, cada um de nós tem uma função e não existe ninguém sem função. Por isso ela é chamada também de corpo ministerial ou povo de servidores. (Ministério é sinônimo de serviço.) E você, tem um ministério em sua comunidade?

"Permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como certo; tu sabes de quem o aprendeste. Desde a tua infância conheces as sagradas Escrituras; elas têm o poder de comunicar-te a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus" (2Tm 3,14-15).
------------------------------------


avatar
João Victor
Admin

Mensagens : 87
Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 26
Localização : Terra-via láctea-girando em torno de um buraco negro

Ver perfil do usuário http://catequese.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vocações

Mensagem  João Victor em Qua Ago 04, 2010 11:10 pm

fontes:

arquivo que tem no email da etapaeucaristia@gmail.com;
http://www.catequisar.com.br/texto/materia/especial/vocacao/04.htm
http://www.catequisar.com.br/texto/materia/bispo/32.htm
http://wiki.cancaonova.com/index.php/Voca%C3%A7%C3%A3o
http://www.pime.org.br/missaojovem/mjovvocser.htm
http://www.auxiliadora.org.br/sacramentos/matrimonio.htm
http://www.secretariadovocacional.com.br/vocacao/leigaematrim.htm
avatar
João Victor
Admin

Mensagens : 87
Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 26
Localização : Terra-via láctea-girando em torno de um buraco negro

Ver perfil do usuário http://catequese.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum